trabalhos

cantar sobre os ossos

(2015) Festival Perturbe; Quintavant, Audio Rebel

“Cantar sobre os ossos” é um termo retirado do mito da Loba, a Mulher Selvagem. No mito, a Loba é uma senhora que vive nas montanhas e seu único trabalho é o de recolher ossos, preferencialmente de lobos. Ao completar o esqueleto, ela canta, e o corpo se refaz. Analogamente, nessa performance o canto é executado sobre a fita k7. Dentro dela, estão os ossos – músicas de autoria feminina sobrepostas gradativamente de modo a decompor o som. Vivencia-se a morte como passagem para um novo milênio. O novo século é feminino.

fotos: aline vieira

sound/visual arts

  • Instagram
  • Vimeo - círculo cinza
  • SoundCloud - círculo cinza